PUBLICIDADE
Notícias

Acordo para congelar produção de petróleo ainda é possível, diz ministro russo

06:50 | 18/04/2016
A Rússia lamenta que integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e de fora do grupo não tenham conseguido fechar um acordo no fim de semana para congelar a produção da commodity, declarou hoje o ministro de Energia russo, Alexander Novak.

Em entrevista à emissora estatal da Rússia, Novak ressaltou, porém, que um futuro pacto para o congelamento coordenado da produção de petróleo ainda é possível.

Segundo Novak, Moscou esperava que as negociações de ontem em Doha, capital do Catar, levassem a um acordo e o fracasso da reunião terá um impacto negativo nos preços do petróleo.

"Tínhamos expectativas de que os países que participaram da reunião estivessem lá por algum motivo, e para chegar a um acordo para o congelamento da produção", disse Novak.

Novak afirmou ainda que os 18 países que participaram do encontro em Doha farão novas consultas sobre a imposição de eventual limites à produção neste mês e em maio. O ministro também comentou que o rublo reagiu em queda à falta de acordo. Às 6h42 (de Brasília), o dólar avançava a 67,39 rublos, depois de chegar a ser negociado mais cedo a 68,80 rublos, o maior patamar desde o início de abril. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS