PUBLICIDADE
Notícias

Mais cortes de juros ainda são possibilidade para atacar inflação fraca, diz BCE

08:40 | 18/03/2016
Uma redução maior na taxa de juros continua como um instrumento que pode ser utilizado pelo Banco Central Europeu (BCE) para atacar a fraqueza das pressões inflacionárias, afirmou o economista-chefe da instituição, Peter Praet. As declarações reforçam a ideia de que o BCE poderia ainda cortar mais os juros, caso a situação econômica piore.

Em entrevista ao jornal italiano La Repubblica, Praet disse que o BCE não atingiu necessariamente o mais longe que pode ir em relação às taxas de juros. Segundo ele, mais choques negativos podem mudar a perspectiva econômica ou as condições financeiras podem não mudar o suficiente e, nesses casos, novos cortes nos juros seriam avaliados.

Na semana passada, o BCE anunciou várias medidas de estímulo, com cortes em todas suas taxas de juros, o aumento de seu programa de compra de bônus, o lançamento de novos empréstimos direcionados para impulsionar os empréstimos ao setor privado e a compra de bônus corporativos. O presidente do BCE, porém, disse que a instituição não prevê mais reduções nas taxas de juros, ainda que tenha mencionado que fatos novos poderiam mudar a avaliação.

Praet também se mostrou aberto à ideia de o banco central entregar mais dinheiro diretamente às pessoas, em vez de fazer empréstimos aos bancos ou comprar ativos. Segundo ele, porém, é preciso avaliar se e quando seria oportuno usar esse tipo de instrumento "realmente extremo". Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS