PUBLICIDADE
Notícias

Japão faz avaliação mais pessimista de sua economia

07:40 | 23/03/2016
O governo do Japão fez hoje uma avaliação mais pessimista da economia do país, ao reconhecer fraqueza mais ampla em algumas áreas, como as de consumo privado e de lucros e sentimento das empresas.

A visão sobre as condições atuais da economia é quase tão pessimista quanto a de outubro de 2014, que na ocasião levou o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) a ampliar agressivamente seu programa de compras de ativos.

No relatório de março, publicado nesta quarta-feira, o governo japonês afirmou que a economia continua a se recuperar moderadamente, embora "fraqueza possa ser vista recentemente". O documento de fevereiro falava em fraqueza "em algumas áreas", mas a frase foi retirada do relatório deste mês.

Coincidentemente, o BoJ também piorou sua avaliação da economia na semana passada, ao mesmo tempo em que decidiu manter sua política monetária inalterada.

Alguns analistas especulam que Tóquio pode estar preparando novos estímulos fiscais e monetários. Nos últimos tempos, assessores do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, têm enfatizado a necessidade de novas medidas fiscais e do adiamento de um aumento do imposto sobre vendas, planejado para o ano que vem.

No relatório desta quarta, o governo japonês piorou sua avaliação para o consumo das famílias, para lucros das empresas e para o sentimento do setor corporativo.

Segundo uma autoridade em Tóquio, a turbulência que atingiu os mercados globais no começo do ano está provavelmente afetando a confiança dos consumidores, enquanto a desaceleração de países emergentes pesa na rentabilidade dos fabricantes japoneses.

Por outro lado, o governo melhorou sua visão para gastos de capital e exportações. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS