PUBLICIDADE
Notícias

Gol, TAM e Azul acham positivo limite maior de participação estrangeira em aéreas

12:40 | 02/03/2016
Gol, TAM e Azul consideraram positivo o aumento do limite de participação de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras, conforme a Medida Provisória 714/2016, sancionada nesta terça-feira, dia 1º, pela presidente Dilma Rousseff e publicada hoje no Diário Oficial. A MP atende a uma antiga reivindicação do setor.

"A GOL Linhas Aéreas Inteligentes recebe de forma positiva a decisão do governo de aumentar a participação de capital estrangeiro no setor aéreo brasileiro", avaliou a empresa, em nota enviada pela assessoria de imprensa. As ações PN da Gol subiam 18,22% por volta das 12h, a R$ 2,67.

A TAM também se posicionou favorável a abertura do capital estrangeiro, "pois esse é um setor que exige capital intensivo, e essa medida estimula o crescimento, gerando riqueza para o nosso País", opinou a empresa, em nota.

A Azul, por sua vez, limitou-se a afirmar que seu posicionamento segue o da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que também avaliou, mais cedo, a iniciativa como positiva. "Toda a medida que alinha a aviação comercial brasileira com o mercado internacional é bem-vinda", afirmou a Abear em nota.

"Essa iniciativa, somada às demais que estão em pauta na Secretaria de Aviação Civil (SAC) e na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac, é positiva na medida em que amplia o ambiente para uma aviação com custos mais baixos", afirma o presidente da associação, Eduardo Sanovicz.

TAGS