PUBLICIDADE
Notícias

Fraqueza da economia global mantém baixa inflação nos EUA, diz Williams, do Fed

11:00 | 28/03/2016
O enfraquecimento das principais economias no exterior tem ajudado a manter baixa a inflação nos Estados Unidos, afirmou hoje o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de San Francisco, John Williams.

Em entrevista concedida à CNBC, o dirigente explicou que, mesmo com a economia mostrando sinais de robustez no fronte doméstico, os formuladores de política monetária ainda têm dificuldades em ver a inflação no país caminhando para a meta de 2%.

"O maior problema", disse Williams, está nas finanças globais e no crescimento em todo o mundo. "O que acontece no Brasil ou na China - o que acontece no Sudeste Asiático o na América do Sul - tem um grande impacto sobre a economia norte-americana em termos de metas de emprego e inflação", continuou.

Além disso, lembrou o dirigente, o Fed deve estar "ciente do fato de que, quanto atua, afeta a economia". Por causa disso, o BC precisa comunica sua política da "melhor forma possível" e cumprir suas metas domésticas "sem criar volatilidade ou confusão nos mercados globais".

Para Williams, que não vota nas reuniões de política monetária deste ano, o Fed não deve causar nova volatilidade da próxima vez que elevar os juros, como aconteceu em dezembro. Isso acontece porque, na visão da instituição, os mercados não deram sinais de "estar despreparados ou desavisados em relação ao aumento". Ele acrescentou que a maior parte da volatilidade desde o início do ano parece guardar relação com acontecimentos globais.

Questionado se o Fed irá elevar os juros na reunião de 26 e 27 de abril, Williams disse que a autoridade monetária "está agindo de forma bastante dependente dos dados". Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS