PUBLICIDADE
Notícias

Consumo familiar cai 2% e é o menor desde 2010

10:20 | 01/03/2016

As quantidades consumidas de itens básicos (alimentos, bebidas e artigos de higiene e limpeza) tiveram redução no ano passado e voltaram para os níveis de 2010. Os dados são da empresa de pesquisa Kantar Wordpanel, que semanalmente mapeia o consumo das famílias no Brasil.

 

Em 2015, o volume desses itens comprados pelas famílias caiu 2% em relação ao ano anterior. O valor gasto, no entanto, ficou estável, o que significa uma queda real de cerca de 10%, considerando a inflação.

Essa freada interrompeu uma sequência de crescimento de quantidades consumidas de bens não duráveis que vinha desde 2008. Em termos de valor, o gasto vinha crescendo anualmente na casa de dois dígitos.

Outro dado que confirma esse cenário é o desempenho de vendas dos supermercados em 2015, que caíram 1,9%. Foi a primeira retração em nove anos.

Para 2016, a tendência do consumo de itens básicos não deve ser diferente. Em janeiro, as vendas dos supermercados brasileiros recuaram 3,38% ante o mesmo mês de 2015, já descontada a inflação do período, que foi de 1,27%, segundo o índice oficial (IPCA).

Redação O POVO Online com agências
TAGS