PUBLICIDADE
Notícias

BoJ pode teoricamente cortar taxa de depósitos a até -0,5%, diz Kuroda

06:40 | 16/03/2016
O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, voltou a enfatizar hoje que, se necessário, o BC japonês está preparado para adotar novas medidas de estímulos, seja através da expansão do programa de compra de ativos ou de novas reduções na taxa de depósitos, para atingir sua meta de inflação de 2%.

Kuroda afirmou que é teoricamente possível reduzir a taxa para até cerca de -0,5%, sinalizando que ainda há bastante espaço para o BoJ cortar juros. No fim de janeiro, o BoJ decidiu reduzir a taxa de depósitos, que é aplicada a reservas de bancos comerciais, de +0,1% para -0,1%.

Segundo Kuroda, o BoJ poderá assumir uma postura mais drástica na hipótese de uma grave crise mundial, que ponha a economia do Japão em perigo. Ontem, o BoJ decidiu manter sua política monetária inalterada, após reunião de dois dias. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS