PUBLICIDADE
Notícias

BCE foi "longe demais" com medidas de estímulo, diz presidente do Bundesbank

11:30 | 23/03/2016
O Banco Central Europeu (BCE) foi longe demais em suas últimas medidas de estímulo, diz o presidente do Bundesbank, Jens Weidmann.

Em um discurso preparado para ser lido hoje em um evento em Lichtenstein, O alemão, que integra o conselho diretor da autoridade monetária europeia, afirma também que o pacote não foi convincente.

"Tudo considerado, as decisões do BCE foram longe demais e o pacote apresentado (na última reunião) não me convenceu", diz.

Weidmann é um dos críticos mais contumazes das medidas heterodoxas de estímulos adotadas nos últimos anos, como a compra de bônus soberanos de governos da região. Por causa do sistema rotativo do conselho diretor, ele não vota nas reuniões de política monetária este ano.

O dirigente admite que o cenário econômico é bastante "desafiador para a política monetária" e que é necessário alguma atitude. No entanto, ele não deu detalhes sobre o que gostaria de ter feito.

O presidente do Bundesbank voltou a criticar a compra de bônus soberanos em larga escala, afirmando que a medida leva, em última medida, a uma mistura perigosa das políticas monetária e fiscal. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS