PUBLICIDADE
Notícias

BC da Nova Zelândia lança investigação sobre possível vazamento

14:50 | 21/03/2016
O Banco Central da Nova Zelândia investiga a alegação de que uma decisão da instituição de cortar a taxa de juros em março teria sido vazada antes do anúncio oficial. O diretor de comunicações do BC, Mike Hannah, disse que não há evidência até agora de que a informação tenha sido vazada, mas foi determinada uma investigação externa para tratar do assunto, conduzida pela Deloitte.

Neste mês, o BC da Nova Zelândia cortou a taxa básica de juros em 0,25 ponto porcentual, para 2,25%. Economistas ouvidos pela Dow Jones Newswires diziam anteriormente que a chance de um corte na taxa era de 35%.

Ex-economista sênior do banco central, o blogueiro Michael Reddell disse que recebeu um e-mail no dia do anúncio, segundo o qual circulava a informação de que a taxa havia sido cortada em 0,25 ponto porcentual. Reddell afirmou que enviou uma cópia do e-mail, sem o nome do autor, para a instituição.

Reddell disse que não tinha como saber se a informação seria fruto de um vazamento ou apenas uma especulação. O BC neozelandês geralmente divulga a decisão um pouco antes, a portas fechadas, para a imprensa e analistas. As pessoas presentes devem, porém, entregar seus celulares e outros aparelhos que possam acessar a internet, até que seja anunciada ao público a decisão. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS