PUBLICIDADE
Notícias

Anac propõe cancelamento de bilhete aéreo em até 24 horas depois da compra

Para a Agência Nacional de Aviação Civil, a garantia de oferta de produtos novos aos passageiros e barateamento das passagens são as principais vantagens

14:30 | 10/03/2016
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai alterar algumas regras do setor aéreo, segundo anúncio realizado nesta quinta-feira, 10. A modificação deve afetar os direitos e os deveres das empresas e dos passageiros. Para a Anac, a mudança permitirá uma maior compretição entre as empresas aéreas e a redução do preço das passagens.

De acordo com o portal G1, com as novas propostas, os passageiros poderão desistir de uma viagem mesmo 24 horas após a compra, mas o cancelamento precisa ser feito em, pelo menos, sete dias antes da data do voo. 
 
Entre as alterações propostas pela Anac, está a franquia de bagagem despachada em voos domésticos. As empresas poderão cobrar por qualquer bagagem despachada. Hoje, um passageiro pode transportar até 23 quilos, sem taxa. Em caso de bagagem extraviada, o prazo de devolução reduziu de 30 para 7 dias. Após esse período a empresa poderá indenizar o passageiro.
 
A agência diz que entre as vantagens está a garantia de oferta de produtos novos aos passageiros. O barateamento das passagens também é uma das possibilidades vislumbradas pela Anac.
 
Outra possibilidade é faclilitar a entrada de novas empresas que poderão concorrer com as companhias atuantes no Brasil, como Azul, Gol, TAM e Avianca. 
Redação O POVO Online
TAGS