PUBLICIDADE
Notícias

Turquia deve manter crescimento em 2016, mas terá inflação maior, diz FMI

12:45 | 02/02/2016
A economia da Turquia expandiu 3,8% no ano passado e deve manter o forte crescimento este ano, segundo projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI). No entanto, o crescimento, calcado na alta do consumo doméstico, deve gerar mais inflação.

"A demanda interna deve continuar como motor do crescimento este ano, devido à alta do salário mínimo, queda dos preços do petróleo e ao apoio das políticas monetária e fiscal", disse a instituição em seu relatório anual sobre a economia do país.

A queda do déficit nas contas correntes também foi elogiada pelo FMI, que, no entanto, ainda vê

desequilíbrios externos. Em novembro, o déficit em conta corrente em doze meses da Turquia ficou em US$ 34,7 bilhões, ante US$ 38,4 bilhões em outubro.

Já a inflação em doze meses acelerou para 8,81% em dezembro, de 8,1% em novembro, pressionada pela alta dos alimentos e a desvalorização da lira turca. Para o FMI, a política monetária precisaria ser mais contracionista para trazer a inflação de volta à meta de 5% no médio prazo. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS