PUBLICIDADE
Notícias

ONS prevê afluência acima da média de março para a região Sudeste/Centro-Oeste

14:40 | 26/02/2016
O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) acredita que o volume de chuvas continuará forte em março no Centro Sul do País, permitindo que os reservatórios sigam recuperando seus níveis de água. Já no Nordeste, as chuvas seguirão mais fracas.

A primeira previsão para o mês de março indica que a Energia Natural Afluente (ENA), indicador que dimensiona a utilização da capacidade dos reservatórios e consequente geração de energia, ficará acima da média mensal nos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul.

A projeção do ONS aponta que a ENA na região Sudeste será equivalente a 104% da média de longo termo (MLT) para fevereiro. No Sul, o número previsto é de 129% da média histórica. Já para a região Nordeste, a ENA esperada é de 40% da MLT, e para o Norte, a estimativa aponta 72% da média histórica.

Confirmadas tais projeções, o nível de água dos reservatórios da região SE/CO subirá dos 50,46% registrados ontem para 61,4% no dia 31 de março. No Sul, o número oscilará de 95,43% para 98,1%. No Norte, saltará de 42,36% de ontem para 66,5% no final do próximo mês. Mesmo a região Nordeste, que segue apresentando a pior condição de armazenamento e tem projeção de ENA abaixo da média, deverá ter uma elevação no nível de utilização de seus reservatórios, de 31,23% para 37,5%.

A demanda por energia também deve apresentar alta em março, na comparação com igual mês de 2015. O ONS prevê um aumento de 0,7% na carga ao longo do próximo mês, mesmo tendo em vista que a Páscoa cairá este ano em março e que no mesmo período do ano passado não houve feriado.

A projeção para a carga é influenciada pela alta prevista nas regiões Sudeste/Centro-Oeste (+1,5%) e Norte (+5,6%), enquanto para o Sul e Nordeste estão previstas quedas, de 2,3% e 1%, respectivamente.

CMO

O Informe do Programa Mensal de Operação (IPMO) divulgado hoje também aponta aumento no custo de geração de energia nas regiões Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte. Para a semana de 27 de fevereiro a 4 de março, o Custo Marginal de Operação (CMO) foi fixado em R$ 21,69/MWh nessas regiões. Na semana passada, o CMO foi fixado em R$ 1,79/MWh. No caso da região Nordeste, o CMO foi reduzido de R$ 243,95/MWh para R$ 236,74/MWh.

O CMO é utilizado como referência para a definição do PLD, indicador que deve ser divulgado ainda esta tarde pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

TAGS