PUBLICIDADE
Notícias

Chuvas podem baixar o preço do feijão de corda em abril

12:44 | 25/02/2016

Diante da falta de chuvas, no fim do ano passado, a produção do feijão de corda no Ceará foi reduzida em janeiro e fevereiro. No entanto, de acordo com a Ceasa, as chuvas de janeiro, durante a pré-quadra chuvosa, trouxeram boas expectativas para produtores e atacadistas que esperam boa safra. O preço do produto, todavia, só deve baixar no mês de abril.

Na Ceasa, diante da falta de chuvas no final de 2015, o feijão de corda ainda apresenta alta nos preços. Em dezembro, ele era comercializado, em média, por R$ 4,30 o quilo, em janeiro o produto subiu para R$ 4,80, um aumento de 11,6%. Em fevereiro, o preço continuou em alta, fechando está última semana do mês com uma média de R$ 5,60 o quilo, o que representa um aumento de 16,7%.

No Ceará, os municípios produtores de feijão de corda Limoeiro do Norte, Morada Nova, Russas, Capistrano, Barreira, Brejo Santo, Várzea Alegre, Juazeiro do Norte, Cascavel, Pindoretama e São Gonçalo do Amarante.

Redação O POVO Online

TAGS