PUBLICIDADE
Notícias

China deverá cortar 1,8 milhão de trabalhadores nos setores de carvão e aço

11:00 | 29/02/2016
A China deverá cortar 1,8 milhão de trabalhadores nos setores de carvão e aço do país, em meio aos esforços de Pequim para reduzir a capacidade de produção da indústria, afirmou o ministro de Recursos Humanos e Previdência Social, Yin Weimin. Segundo Yin, o total inclui 1,3 milhão de funcionários de empresas de carvão e outros 500 mil de siderúrgicas.

Recentemente, o governo chinês anunciou planos de destinar 100 bilhões de yuans (US$ 15,3 bilhões), ao longo de dois anos, para indenizar trabalhadores demitidos.

Yin também informou que Pequim vai divulgar este ano um plano para a elevação da idade de aposentadoria, uma vez que a segunda maior economia do mundo é pressionada pelo envelhecimento de sua população. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS