PUBLICIDADE
Notícias

57% dos executivos ouvidos em pesquisa preveem redução da concessão de crédito

17:30 | 05/02/2016
As perspectivas para o crédito são pouco promissoras para os próximos três meses. A tomar como base as respostas de 456 executivos a um questionário da GoOn Risk, empresa nacional de consultoria de gestão de crédito, para 57% dos consultados as novas concessões devem cair no trimestre iniciado em fevereiro, em relação ao mesmo período de 2015. No mesmo levantamento, 71% afirmaram esperar elevação nos indicadores de inadimplência no decorrer dos próximos três meses.

Para o sócio da GoOn Eduardo Tambellini, os registros de atrasos dos pagamentos podem estar subdimensionados porque boa parte das empresas no Estado de São Paulo deixou de negativar clientes desde que entrou em vigor a Lei Estadual 15.659, que obriga todos os birôs a enviar um aviso de recebimento (AR) à residência do inadimplente pelos Correios antes da negativação.

"A obrigatoriedade do AR elevou de cerca de R$ 2,50 para quase R$ 10,00 o custo das empresas", lembrou o sócio da GoOn, acrescentando que a lei estipula ainda que o aviso só pode chegar à casa do cliente no horário comercial. Ou seja, se nesse horário não for encontrado ninguém no endereço, a empresa não poderá incluir o nome do cliente nos registros dos inadimplentes. Mas a despesa terá que ser paga.

De acordo com Tambellini, a pesquisa foi feita nos últimos dias de janeiro e as respostas foram tabuladas no dia 28. Do total de empresas consultadas, 35% foram bancos, 27%, varejo financeiro e 38%, outros segmentos. Não houve uma pergunta específica na pesquisa sobre quais motivos embasavam as respostas dos executivos. Mas, segundo Tambellini, ouviu-se muito sobre a falta de confiança na economia e reclamações contra as elevadas taxas de juro e inflação.

TAGS