PUBLICIDADE
Notícias

47º leilão de Biodiesel negocia 639,6 milhões de litros, por R$ 1,64 bi, diz ANP

10:35 | 03/02/2016
O 47º Leilão de Biodiesel da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) terminou com 639,567 milhões de litros de biodiesel arrematados. O preço médio foi de R$ 2,565 por litro, sem considerar a margem Petrobras, e o valor total negociado atingiu o patamar de R$ 1,64 bilhão, um deságio médio de 19,04% quando comparado ao preço máximo de referência médio (R$ 3,168/L), informou a agência, em nota.

Todo o volume arrematado foi para mistura obrigatória, sendo 100% oriundo de produtores detentores do selo Combustível Social. A apresentação das ofertas de biodiesel ocorreu no último dia 26. Os 33 produtores disponibilizaram um volume total de 837,500 milhões de litros.

No primeiro dia de seleção das ofertas (28/01), foram arrematados 540,598 milhões de litros de biodiesel, em torno de 64,5% do total ofertado para todo o leilão. No segundo dia, outros 98,969 milhões de litros foram arrematados, cerca de 11,8% do total leiloado.

A apresentação de ofertas de biodiesel para mistura voluntária ao óleo diesel ocorreu na última segunda-feira, dia 01/02, em que foram disponibilizados 119,47 milhões de litros - 60,36% do saldo total de oferta não vendida para fins de adição obrigatória -, com preço médio de R$ 2,623/L, sem considerar a margem Petrobras. No entanto, nenhum volume foi negociado nessa etapa.

A ANP ressaltou que os leilões de biodiesel atendem à Lei nº 13.033, que estabelece em 7% o porcentual mínimo obrigatório de adição de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final (B7). O 47º leilão tinha por objetivo garantir o abastecimento de biodiesel no mercado nacional durante o período de 1º de março a 30 de abril de 2016, conforme diretrizes das Portarias do Ministério de Minas e Energia nº 476, de 15/08/12, e nº 576, de 11/11/2015, e critérios estabelecidos no Edital de Leilão Público nº 001/16-ANP.

Os volumes comercializados somente serão validados após homologação pela diretoria da ANP.

TAGS