PUBLICIDADE
Notícias

Hub da Azul no Nordeste vai para Pernambuco

Em meio a indefinições sobre implantação do centro de conexões da Latam no Nordeste, em que Fortaleza é candidata, a Azul escolheu Pernambuco para a implantação de hub

10:17 | 25/01/2016

Em meio a indefinições sobre implantação de hub (centro de conexões) da Latam no Nordeste, em que Fortaleza é candidata, a Azul escolheu o estado de Pernambuco para receber um hub em 2016. Com isto, a partir de fevereiro, o número de cidades que são ligadas a Pernumbuco por voos será dobrado pela empresa de aviação.

 
Hoje, a Azul liga Recife a 12 cidades, com 24 decolagens diárias. O novo formato irá estender essa atuação para 32 decolagens diárias em 24 bases. As propostas da companhia de ampliar os voos no Recife passam por análise da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) desde a semana passada.

As cidades de Brasília, Belém, João Pessoa, Petrolina e Juazeiro do Norte passarão a ter ligações diárias e sem escalas com destino à capital pernambucana, além de Campina Grande, que terá operações retomadas. Ainda, São Paulo (Congonhas), Curitiba, Goiânia, Ilhéus, Porto Seguro e Presidente Prudente terão frequências aos sábados.

Segundo a empresa, a ideia é reestruturar a malha no Recife como parte de planejamento estratégico. As novidades permitirão que sejam ainda mais as operações, com condições futuras para novas bases nas regiões Norte e Nordeste.
 
A primeira cidade a receber os novos voos do Recife será João Pessoa, em 22 de fevereiro. A seguir, em 15 de março, passam a ter voos a partir da capital pernambucana as cidades de Brasília, Belém, Juazeiro do Norte, Petrolina, Ilhéus, Goiânia e Curitiba. No dia 29, a companhia retomará as operações em Campina Grande. Em 2 de abril, entram os voos para Porto Seguro e São Paulo (Congonhas). Na sequência, em 7 de maio, será a vez de Presidente Prudente.

Redação O POVO Online

TAGS