PUBLICIDADE
Notícias

Fraca demanda global deve limitar ganho da indústria de máquinas com câmbio

14:45 | 27/01/2016
O enfraquecimento da demanda global por máquinas e equipamentos deverá limitar o ganho de competitividade internacional obtido com a depreciação do câmbio, avaliou nesta quarta-feira, 27, o diretor de Competitividade, Economia e Estatística da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Mário Bernardini. "O dólar a R$ 4 nos permite voltar a competir fora do País, mas o que pode atrapalhar é que o mundo está reduzindo seus investimentos em bens de capital", explicou.

"Todas as grandes petroleiras mundiais devem cortar seus investimentos previstos para este ano em cerca de US$ 300 bilhões, com a Petrobras fazendo a sua parte com corte da ordem de US$ 20 bilhões a US$ 25 bilhões", disse Bernardini.

As exportações de máquinas e equipamentos alcançaram US$ 8,030 bilhões em 2015, declínio de 16,2% em relação ao ano anterior 2014, enquanto as importações somaram US$ 18,818 bilhões, recuo de 23,3% na mesma comparação.

Bernardini disse ainda que, se o governo implementar um programa de financiamento das exportações neste ano, a medida poderá ajudar a impulsionar as vendas externas. "Se tivermos essas condições, poderemos ter um aumento das exportações em 2016 da ordem de 15% a 20%", afirmou.

TAGS