PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Eusébio é a 17ª cidade mais desenvolvida do Brasil

Fortaleza só figura na oitava posição no ranking estadual e em 1238º no nacional

10:40 | 07/01/2016
NULL
NULL(Foto: )

Eusébio é a cidade mais desenvolvida do Ceará e a 17ª do Brasil, segundo estudo a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), divulgado em dezembro de 2015 tomando como base dados de 2013. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de dos mais de cinco mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego e renda, Educação e Saúde. Criado em 2008, ele é feito, exclusivamente, com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.

No Ceará, a segunda cidade mais desenvolvida é Sobral, que fica no colocação número 274 no ranking nacional. O município é seguido de Maracanaú (484º no índice nacional) e Aquiraz (622º no índice nacional). Fortaleza só figura na oitava posição no ranking estadual e 1238º no nacional.

O índice Firjan varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada localidade em quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4 a 0,6), moderado (de 0,6 a 0,8) e alto (0,8 a 1) desenvolvimento. Ou seja, quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. Quando se fala em Emprego e Renda, Eusébio fica com 0,8782; em Educação, 0,9255 e em Saúde, 0,8630.

Em Emprego e Renda, o estudo considera o quanto a cidade analisada gera de empregos formais, a capacidade de absorver a mão de obra local, quanto de renda formal é gerada, os salários médios e a desigualdade social. Já em Educação, o índice analisa o número de matrículas na educação infantil, a proporção de estudantes que abandonam o ensino fundamental, além da distorção idade-série, o número de professores com ensino superior, a média de aulas diárias e o resultado do Ideb no ensino fundamental.

Quando se fala em Saúde, o cálculo é feito com base no número de consultas pré-natal, óbitos por causas mal definidas, óbitos infantis por causas evitáveis e número de internações sensíveis à atenção básica (Isab).

Cerca de 60,3% das cidades analisadas tiveram um desempenho considerado moderado no ranking. Apenas 431 municípios possuem um índice de desenvolvimento considerado elevado pelo estudo – ou o equivalente a 7,8% do total analisado. E Eusébio está entres estas cidades.

Redação O POVO Online

TAGS