PUBLICIDADE
Notícias

Erramos

01:30 | 23/01/2016
Imóveis, 14/01/2015, página 4 Na matéria “Quando o menos é mais” foram atribuídas as seguintes informações, erroneamente, a Marcos Aurélio Diôgo de Araújo: “ele aconselhava que condomínios tivessem funcionários próprios, pois economizariam no pagamento de impostos com empresas terceirizadas”. A afirmação não é de responsabilidade de Marcos Aurélio.


TAGS