PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Cesta básica fica 13,36% mais cara em 2015 e supera inflação do ano, revela Fipe

14:15 | 07/01/2016
A cesta básica na cidade de São Paulo ficou em média 13,36% mais cara em 2015, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O aumento superou a inflação na capital paulista, que fechou o ano passado em 11,07% e é medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC). Também em dezembro, a alta (de 1,89%) da cesta de produtos básicos, que atingiu R$ 425,51, superou a do IPC (de 0,82%).

O levantamento da cesta básica da Fipe apura os preços de 51 produtos, número bastante inferior ao 468 itens do IPC. Na cesta, são coletados os preços de 41 preços itens do grupo Alimentação, sete de Higiene Pessoal e três de Limpeza. A instituição divide a cidade em seis regiões, conforme o poder aquisitivo e localização. A zona Sul e a zona Leste, por exemplo, estão divididas em dois grupos cada.

A zona Sul 1, formada por bairros como Vila Mariana, Itaim Bibi e Santo Amaro, manteve a posição tradicional e apresentou o maior valor para a cesta na capital paulista em dezembro, de R$ 438,50, uma elevação de 2,84% ante novembro. No ano, a alta foi de 12,98%.

O segundo valor mais significativo ficou por conta da cesta da zona Oeste (região formada por Lapa, Perdizes, Butantã e Pinheiros, entre outros bairros). No mês passado, houve variação positiva de 1,79% e a cesta chegou a R$ 434,52. Já no acumulado de 2015, o aumento foi de 14,66%.

Na zona Norte, que considera bairros como Santana, Casa Verde, Limão e Freguesia do Ó, a elevação foi de 1,43%, com o preço médio atingindo R$ 428,17 em dezembro. Já o acumulado do ano foi de 14,07%.

De acordo com a Fipe, na zona Leste 1 (Mooca, Belém, Tatuapé e Vila Prudente, entre outros), a cesta registrou aumento de 14,33% em 2015 e de 1,27% em dezembro (R$ 430,27). Na zona Sul 2 (Jardim Ângela, Capão Redondo, Grajaú e Socorro), o conjunto de itens básicos apurados teve elevação de 2,43% no mês e de 12,15% no ano, com a cesta valendo R$ 418,00 em dezembro.

O menor valor médio foi observado na zona Leste 2 (Itaquera, São Mateus, Aricanduva e São Miguel), que ficou em R$ 403,62, mas registrou alta de 1,56% ante novembro. No acumulado de 2015, houve aumento de 11,88% na capital paulista.

TAGS