PUBLICIDADE
Notícias

BC diz que é necessário avaliar condições oferecidas em programa de estímulo

13:15 | 27/01/2016
O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, afirmou que o mercado de crédito apresenta um movimento semelhante entre menor oferta e menor demanda. Questionado sobre possíveis medidas que devem injetar R$ 50 bilhões no crédito via bancos públicos, ele disse que é necessário avaliar as condições desses recursos, para que então seja feita uma avaliação da qualidade do crédito.

"O importante é ter atenção nas condições desses empréstimos, para isso não gerar implicação em qualidade de crédito", disse Maciel. "Sem dúvida há demanda restrita por crédito, mas a cautela do tomador e dos bancos tem impacto positivo sobre as inadimplência", avaliou, ressaltando o efeito da preocupação dos tomadores em relação ao momento.

Maciel lembrou que em 2008 o governo anunciou medidas para estimular a venda de veículos e que, naquele momento, as condições levaram a uma forte expansão da inadimplência.

Ele ponderou, no entanto, que o momento atual é diferente daquele período em função da demanda e da inadimplência. "Há falta de demanda e de oferta de crédito, elas se mostraram mais restritas ao longo de 2015. A própria evolução do crédito no ano evidencia esses aspectos", afirmou.

O técnico do BC afirmou ainda que, no caso das pessoas físicas, houve um ciclo de expansão de crédito nos últimos dez anos "e isso mudou patamar do comprometimento da renda". "A participação do serviço da dívida na renda das famílias cresceu. Isso deixa menos margem para novas contratações de crédito", ponderou.

TAGS