40% dos micro e pequenos empresários estão pessimistas com o futuro da economiaNotícias de Economia
PUBLICIDADE
Notícias


40% dos micro e pequenos empresários estão pessimistas com o futuro da economia

Apesar de o resultado ter sido o maior da série iniciada em maio de 2015, o indicador segue abaixo do nível neutro de 50 pontos

10:50 | 04/01/2016

O Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário (ICMPE) calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) registrou 40,03 pontos em dezembro.

 

Apesar de o resultado ter sido o maior da série iniciada em maio de 2015, o indicador segue abaixo do nível neutro de 50 pontos, mostrando que a maior parte dos MPEs continua pessimista com o ambiente econômico do país.

Indicador de Condições Gerais

Para 83% dos MPEs, a economia piorou nos últimos meses e somente 6,75% acreditam que melhorou, de acordo com o subindicador de Condições Gerais da Economia. O resultado é consequencia do quadro de retração da economia brasileira, devido ao aumento da inflação, dos juros, as quedas no setor de serviços e no volume de vendas do varejo.

Em dezembro, o Indicador de Condições Gerais registrou 26,34 pontos, o que é uma melhora em relação ao mês de novembro que obteve 21,53 pontos.

Em relação ao outro subindicador, o de Condições Gerais dos Negócios, alcançou cerca de 31,56 pontos. O resultado mostra que para a maioria dos empresários o desempenho do seu negócio piorou nos últimos seis meses. Esse número ficou acima do observado no mês anterior com 26,56 pontos,porém abaixo do nível neutro de 50 pontos.

Indicador de Expectativas


Em relação ao Indicador de Expectativas (da economia e dos negócios) foi registrado 50,29 pontos, um pouco menor que o valor visto no mês anterior de 50,82.

As expectativas com os negócios (54,97) superaram as da economia (45,61). A maioria dos empresários, 43,88%, se dizem confiantes em relação aos negócios enquanto 29,25% têm a mesma confiança na economia. Cerca de 40,38% estão pessimistas em relação ao cenário econômico.

Metodologia

O Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário (ICMPE) calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) leva em consideração 800 empreendimentos do setor comércio varejista e serviços, com até 49 funcionários, nas 27 unidades da federação, que incluem as capitais e interior.

                                                                                     Redação O POVO Online

TAGS