PUBLICIDADE
Notícias

Confiança do consumidor cai 5,3% em setembro, informa FGV

08:55 | 24/09/2015
A confiança do consumidor recuou 5,3% em setembro ante agosto, na série com ajuste sazonal, informou nesta quinta-feira, 24, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) fechou o mês em 76,3 pontos, renovando a mínima histórica da série, iniciada em setembro de 2005. Em agosto, o indicador havia cedido 1,7% contra julho.

"A queda do ICC em setembro decorre da deterioração dos fatores que vêm determinando a piora das expectativas ao longo dos últimos 12 meses: enfraquecimento da atividade econômica, com reflexo crescente no mercado de trabalho, aceleração da inflação e aumento da incerteza. Para mudar esse cenário será necessária uma sucessão de boas notícias no front econômico e da atenuação das tensões no ambiente político", avalia a economista Viviane Seda, coordenadora da Sondagem, em nota oficial.

O resultado de setembro foi influenciado tanto pela percepção sobre o momento atual quanto pela perspectiva em relação ao futuro. O Índice de Situação Atual (ISA) caiu 6,0% ante agosto, ao passar de 71,4 pontos para 67,1 pontos. Já o Índice de Expectativas (IE) recuou 5,4% no período, de 86,7 pontos para 81,1 pontos, principalmente devido ao menor apetite para compra de bens duráveis. Ambos os indicadores estão em mínimas históricas.

Na comparação de setembro ante igual mês de 2014, sem ajuste, o ICC recuou 25,9%. O índice, calculado dentro de uma escala de pontuação de até 200 pontos (quanto mais próximo de 200, maior o nível de confiança do consumidor), está desde novembro do ano passado abaixo dos 100 pontos, zona considerada desfavorável. Já a média histórica, que considera os últimos cinco anos, está em 110,2 pontos.

Segundo a FGV, o levantamento abrange amostra de mais de 2,1 mil domicílios em sete capitais, com entrevistas entre os dias 01 e 21 deste mês.

TAGS