PUBLICIDADE
Notícias

CBIC diz que apoia ajuste fiscal, mas é contrária ao aumento da carga tributária

18:00 | 25/06/2015
A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) apoia o ajuste fiscal, mas é contrária ao aumento da carga tributária, de acordo com o presidente da entidade, José Carlos Martins. Em nota, o executivo informa que reuniu-se nesta quinta-feira, 25, com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, com quem abriu diálogo para equacionar uma pauta ampla, que passa por questões tributárias, de financiamento e atraso no pagamento de obras públicas e de infraestrutura.

Nesta quarta-feira, 24, o presidente da CBIC também levou o assunto aos ministros do Planejamento, Nelson Barbosa, e das Cidades, Gilberto Kassab, renovando a preocupação com o impacto do ajuste fiscal sobre o desempenho da indústria.

"Nosso setor depende de planejamento, previsibilidade e financiamento de longo prazo. Estamos vivendo um momento em que não sabemos sabe como será o dia de amanhã", frisa Martins. Segundo ele, os ministros mostraram disposição ao diálogo, mas não houve avanço em direção à solução dos problemas.

A CBIC reunirá seus associados na próxima terça-feira, 30, para avaliar o momento atual e definir posicionamento para enfrentar os reflexos da crise. O encontro acontecerá em Brasília. "Vou ouvir o setor e, juntos, tomaremos uma posição", diz o presidente da entidade.

TAGS