PUBLICIDADE
Notícias

Indústria fraca reduziu participação de municípios industrializados no PIB

10:00 | 11/12/2014
A crise na indústria de transformação reduziu a fatia de municípios mais industrializados no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2012, segundo divulgou nesta quinta-feira, 11, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na pesquisa sobre o Produto Interno Bruto dos Municípios 2012. O baixo desempenho do segmento foi o principal responsável pela perda de participação de São Paulo (que passou de 11,6% de 2011 para 11,4% em 2012), Manaus (de 1,2% para 1,1%) e São Bernardo do Campo (de 0,9% para 0,8%). Em 2012, o PIB brasileiro cresceu 1% em relação a 2011.

Num período de cinco anos, o recuo na participação de São Paulo no PIB chega a 0,4 ponto porcentual. No entanto, o município se manteve isolado na liderança da geração de renda no País. São Paulo detém nada menos que 11,4% do PIB brasileiro. Em segundo lugar está o Rio de Janeiro, com 5,0% do PIB nacional, seguido por Brasília, com 3,9%. Ambos perderam 0,1 ponto porcentual de suas fatias em relação a 2011.

Já a indústria extrativa registrou crescimento significativo em 2012, elevando a fatia dos municípios cujas economias estavam vinculadas às commodities minerais. O ganho de participação desses locais foi superior ao daqueles com indústria diversificada. O município de Campos dos Goytacazes/RJ teve sua participação no PIB nacional impulsionada de 0,9% em 2011 para 1,0% em 2012. Outros exemplos foram Cabo Frio/RJ (de 0,23% para 0,28%), Rio das Ostras/RJ (de 0,22% para 0,26%), Macaé/RJ (de 0,30% para 0,33%) e Presidente Kennedy/ES (de 0,10% para 0,12%).

TAGS