PUBLICIDADE
Notícias

Senai fecha parceria com termelétrica para aproveitamento das cinzas do carvão mineral

15:19 | 04/11/2014

O Senai/CE fechou contrato com a termelétrica da Eneva, do Pecém, para pesquisa que, com apoio da UFC e Cientec , deverá aproveitar cinzas do carvão mineral na indústria de cimento e asfalto. Isso ao custo de R$ 2,3 milhões. "Os sub-produtos serão aproveitados", disse.

O diretor regional do Senai, Paulo André Holanda, está em Brasília em reuniões do organismo e irá participar do Encontro Nacional da Indústria, o ENAI 2015.

 

A termelétrica Pecém II, um empreendimento 50% ENEVA e 50% E.ON, está localizada no município de São Gonçalo do Amarante, no Ceará. Assim como Pecém I, a usina utiliza carvão mineral pulverizado.

Pecém II já garante energia para o Sistema Interligado Nacional (SIN) com 365 MW de capacidade instalada em operação comercial.

A Tecnologia de Queima Limpa do Carvão (ou Clean Coal Technology) é uma iniciativa concreta tomada por Pecém II em respeito às melhores práticas de sustentabilidade e responsabilidade socioambiental.

 

Redação O POVO Online com informações do blog do Eliomar

TAGS