PUBLICIDADE
Notícias

Saída de dólar supera entrada em novembro até dia 21

12:40 | 26/11/2014
O fluxo cambial total da sexta-feira passada foi negativo em US$ 754 milhões, informou nesta quarta-feira, 26, o Banco Central. Com isso, o saldo em novembro continuou no vermelho ao totalizar US$ 2,938 bilhões até dia 21. Na segunda-feira, o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, já havia adiantado que no mês até o dia 20 o resultado registrava saídas líquidas de US$ 2,184 bilhões.

As operações financeiras do mês até o dia 21 responderam por um envio líquido de US$ 1,743 bilhão, diferença entre entradas de US$ 25,795 bilhões e remessas de US$ 27,538 bilhões. No comércio exterior, o saldo ficou negativo em US$ 1,195 bilhão, com importações de US$ 10,995 bilhões e exportações de US$ 9,799 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,735 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 2,120 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 5,945 bilhões em outras entradas.

De 17 a 21 de novembro

De acordo com BC, o fluxo cambial ficou negativo em US$ 1,456 bilhão na terceira semana do mês. Segundo a instituição, o segmento financeiro, que reúne operações como investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras, registrou saídas de US$ 264 milhões de 17 a 21 de novembro. O resultado é a diferença entre entradas de US$ 8,958 bilhões e remessas de US$ 9,222 bilhões.

No mesmo período, no comércio exterior, o saldo ficou negativo em US$ 1,192 bilhão, com importações de US$ 4,065 bilhões e exportações de US$ 2,873 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 583 milhões em ACC, US$ 652 milhões em PA e US$ 1,638 bilhão em outras entradas.

No ano

Apesar de se consolidar no terreno negativo ao longo de novembro, o fluxo cambial do ano ainda se mantém no azul até o dia 21 deste mês, segundo BC. O saldo do período está em US$ 5,332 bilhões ante total de US$ 8,270 bilhões do encerramento de outubro.

O montante visto ao longo de 2014 até agora foi formado por entradas de US$ 1,524 bilhão no segmento financeiro. Já a área comercial consolidou o volume de ingressos maiores que as remessas no ano até o final da terceira semana de novembro, em US$ 3,808 bilhões.

No mesmo período de 2013, o fluxo cambial estava negativo em US$ 2,193 bilhões, com saídas de US$ 14,038 bilhões no segmento financeiro, parcialmente compensadas por entradas de US$ 11,845 bilhões no comercial.

TAGS