PUBLICIDADE
Notícias

Produção de petróleo cresce 12,6%

Em relação a setembro de 2013, produção de petróleo cresceu 12,6%

12:18 | 04/11/2014

A produção total de petróleo e gás natural no Brasil no mês de setembro alcançou cerca de 2,92 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) por dia. Foram 2,358 milhões de barris diários de petróleo e 88,9 milhões de metros cúbicos de gás natural. As informações são do Boletim da Produção da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

A expansão na produção de petróleo é de 12,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Em relação ao mês anterior, o crescimento foi de 1,4%.

O volume é o maior já registrado, superando o do mês anterior, quando a produção de petróleo e gás natural totalizou 2,89 milhões de barris de óleo equivalente por dia. A produção de petróleo também superou a marca de 2,326 milhões de barris por dia, alcançada em agosto.

A produção de gás natural foi 2,2% menor em relação ao mês anterior e 13,8% maior em relação a setembro de 2013.

Pré-sal

A produção no pré-sal aumentou 0,2% em relação ao mês anterior, totalizando 648,1 mil barris de óleo equivalente por dia. Foram 533,3 mil barris diários de petróleo e 18,3 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. A produção teve origem em 35 poços, localizados nos campos de Lula, Jubarte, Sapinhoá, Baleia Azul, Baleia Franca, Barracuda, Caratinga, Marlim Leste, Linguado, Pampo, Trilha, Itapu e em Teste de Longa Duração no bloco BM-S-11.

O aproveitamento do gás natural no mês foi de 95,6%. A queima de gás natural em setembro foi de 4 milhões de metros cúbicos por dia, uma redução de aproximadamente 13,1% em relação ao mês anterior e aumento de 44,7% em relação a setembro de 2013.

Em torno de 91,5% da produção de petróleo e gás natural foram provenientes de campos operados pela Petrobras. Aproximadamente 92,9% da produção de petróleo e 75,5% da produção de gás natural do Brasil foram extraídos de campos marítimos. O campo de Roncador, na bacia de Campos, foi o de maior produção de petróleo, com média de 299 mil barris por dia. O maior produtor de gás natural foi o campo de Lula, na bacia de Santos, com média diária de 8 milhões de metros cúbicos.

 

Campo de Lula, no pré-sal, terá levantamento em Sísmica 4D. Comparando os dados sísmicos registrados em momentos diferentes - sísmica 4D - será possível aprofundar os conhecimentos da distribuição espacial das características dos reservatórios, permitindo definir as melhores condições e possibilidades de produção, fornecendo informações sobre a variação de saturação de fluidos e pressão no decorrer do tempo de produção do campo.

 

Redação O POVO Online

TAGS