PUBLICIDADE
Notícias

Preços ao consumidor avançam puxados por alimentos e transportes

09:58 | 24/11/2014
NULL
NULL

Os preços mais altos para alimentos e transportes elevaram o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), que fechou em 0,58% na terceira semana do mês de novembro, 0,08 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada na última divulgação.

 

Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. A principal contribuição para o avanço da taxa do índice partiu do grupo alimentação (0,52% para 0,66%). Nesta classe de despesa, vale destacar o comportamento do item hortaliças e legumes, cuja taxa passou de 6,72% para 8,80%.

 

Também apresentaram acréscimo em suas taxas de variação os grupos: transportes (0,30% para 0,52%); educação, leitura e recreação (0,63% para 0,85%); habitação (0,63% para 0,67%) e despesas diversas (0,22% para 0,28%).

 

Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: gasolina (0,45% para 1,05%), excursão e tour (-0,02% para 1,12%), tarifa de eletricidade residencial (1,53% para 2,49%) e serviço religioso e funerário (0,20% para 0,57%), respectivamente.

 

Em contrapartida, os grupos: vestuário (0,62% para 0,44%), saúde e cuidados pessoais (0,48% para 0,44%) e comunicação (0,23% para 0,21%) apresentaram desaceleração em suas taxas de variação. Nestas classes de despesa, os destaques partiram dos itens: roupas (0,44% para 0,35%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,68% para 0,27%) e mensalidade para tv por assinatura (0,13% para -0,05%), respectivamente.

Redação O POVO Online

TAGS