PUBLICIDADE
Notícias

Fluxo cambial fica negativo em novembro até dia 14

12:10 | 19/11/2014
Com fraca entrada de US$ 285 milhões na primeira semana de novembro, o fluxo cambial total virou e ficou negativo em US$ 1,482 bilhão no mês até o dia 14, informou nesta quarta-feira, 19, o Banco Central. As operações financeiras do mês até essa data responderam por um envio líquido de US$ 1,478 bilhão, diferença entre entradas de US$ 16,837 bilhões e remessas de US$ 18,315 bilhões.

No comércio exterior, o saldo ficou negativo em US$ 3 milhões, com importações de US$ 6,930 bilhões e exportações de US$ 6,927 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,152 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,468 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 4,307 bilhões em outras entradas.

Semana passada

De acordo com BC, o fluxo cambial ficou negativo em US$ 1,767 bilhão de 10 a 14 de novembro. Segundo a instituição, o segmento financeiro, que reúne operações como investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras, registrou saídas de US$ 1,035 bilhão na semana passada. O resultado é a diferença entre entradas de US$ 7,210 bilhões e remessas de US$ 8,245 bilhões.

No mesmo período, no comércio exterior, o saldo ficou negativo em US$ 731 milhões, com importações de US$ 3,745 bilhões e exportações de US$ 3,014 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 507 milhões em ACC, US$ 497 milhões em PA e US$ 2,010 bilhões em outras entradas.

Acumulado no ano

Apesar de começar novembro no vermelho, o fluxo cambial do ano ainda se mantém no terreno positivo até o dia 14, segundo BC. O saldo do período está em US$ 6,788 bilhões ante total de US$ 8,270 bilhões do encerramento de outubro.

O montante visto ao longo de 2014 até agora foi formado por entradas de US$ 1,788 bilhão no segmento financeiro. Já a área comercial consolidou o volume de ingressos maiores que as remessas no ano até o final da primeira semana de novembro, em US$ 5,000 bilhões.

No mesmo período de 2013, o fluxo cambial estava negativo em US$ 6,741 bilhões, com saídas de US$ 15,954 bilhões no segmento financeiro, parcialmente compensadas por entradas de US$ 9,213 bilhões no comercial.

TAGS