PUBLICIDADE
Notícias

Fipe: impacto da gasolina deve ser de 0,06 ponto em 2014

12:20 | 10/11/2014
O aumento de 3% nos preços da gasolina nas refinarias deve ter um impacto de 0,06 ponto porcentual na inflação dos paulistanos no fechamento de 2014, de acordo com cálculos feitos pelos técnicos da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). A projeção para o IPC do ano atualmente está em 5,5%.

Segundo a Fipe, o primeiro efeito do aumento deve aparecer no IPC da segunda quadrissemana de novembro (últimos 30 dias terminados no dia 15), podendo ter uma influência de apenas 0,01 ponto porcentual. A partir dessa estimativa, a variação do item gasolina no IPC da segunda leitura do mês pode atingir 0,74%.

De acordo com a Fipe, a maior pressão do reajuste do combustível deve refletir sobre o IPC do começo de dezembro. Se a previsão for confirmada, o item gasolina poderá apresentar uma variação positiva de 3,00% no período.

O reajuste de 3% anunciado pela Petrobras na noite de quinta-feira, 06, e que passou a valer já no dia seguinte (7), também veio menor que o aguardado pelo coordenador do IPC-Fipe, André Chagas, que era aumento de 5%.

Nesta terça-feira, 11, quando irá avaliar o resultado do IPC da primeira quadrissemana de novembro, Chagas deverá atualizar a projeção do índice para o fechamento do mês, hoje em 0,42%.

TAGS