PUBLICIDADE
Notícias

Carga de energia do Sistema Interligado sobe 1,8%

10:10 | 04/11/2014
A carga de energia do Sistema Interligado Nacional atingiu 66.445 MW médios em outubro, um aumento de 3,1% em relação a igual mês do ano passado. Na comparação com setembro deste ano, a alta foi de 1,8%, de acordo com números divulgados nesta terça-feira, 4, pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). No acumulado dos 12 meses encerrados em outubro, a carga de energia do SIN apresenta variação positiva de 4,0%.

O avanço registrado em outubro em relação a igual mês de 2013 foi impulsionado pelos resultados da carga das regiões Sul (alta de 8,4% no período, para 11.545 MW médios) e Nordeste (aumento de 3,2%, para 10.271 MW médios). No subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o principal mercado do País, a carga cresceu 2,3% em outubro ante outubro do ano passado, atingindo 39.508 MW médios. No Norte, a carga diminuiu 1,8% no período, para 5.121 MW médios.

O ONS ressalta que os resultados de outubro foram influenciados pelo calendário mais extenso e, principalmente, pelo calor. "A ocorrência de elevadas temperaturas durante o mês de outubro/14, superiores às verificadas neste mesmo mês do ano passado, explicam o desempenho da carga do SIN no mês de outubro", detalhou no Boletim de Carga Mensal.

No subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o efeito da temperatura provocou o aumento da carga de refrigeração durante o mês. Com isso, a carga elevou-se a despeito do comportamento da indústria, que "vem apresentando nível de produção reduzido em relação ao mesmo período do ano anterior", ressaltou o ONS.

No Sul e no Nordeste, o avanço da carga foi atribuído a uma recuperação da indústria nessas duas regiões. Já no subsistema Norte, o operador destacou a redução da carga de consumidores livres eletrointensivos do setor de metalurgia, que vêm se mantendo em nível reduzido ao longo deste ano.

TAGS