PUBLICIDADE
Notícias

Orçamento grego para 2015 visa reduzir impostos

09:10 | 06/10/2014
O governo grego apresentou um projeto de Orçamento para 2015 nesta segunda-feira, no qual há o objetivo de reduzir impostos e aliviar as medidas de austeridade. Apesar dos cortes de impostos, o governo alega que vai registrar um déficit orçamentário menor, de 338 milhões de euros (US$ 423 milhões) - o equivalente a apenas 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) - no ano que vem.

Após seis anos de uma profunda recessão, agravada por uma onda de medidas de austeridade destinadas a corrigir as contas públicas da Grécia, a economia deve crescer 2,9% em 2015, em comparação a uma previsão de expansão de 0,6% para este ano.

Depois de anos de dificuldades, a Grécia começou a cumprir as metas fiscais e de reforma definidas pela troica, formada por Comissão Europeia, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Central Europeu. Em 2013, o país teve seu primeiro superávit primário, um ano antes do previsto.

Com base nos dados do Orçamento para os primeiros oito meses de 2014, a Grécia está no caminho certo para garantir também um superávit primário maior do que o esperado neste ano. Para 2015, a previsão é de um superávit primário equivalente a 2,9% do PIB, em linha com o objetivo de 3% fixado pela troica de credores internacionais.

O vice-ministro das Finanças, Christos Staikouras, que apresentou o Orçamento para o parlamento, disse que a dívida cairá para 168% do PIB no próximo ano, em linha com a meta do programa de ajuste, abaixo dos 175% em 2014. Os números podem ser revisados, no entanto, por credores internacionais do país como parte da quinta revisão em curso do resgate da Grécia. O desemprego deverá manter-se em níveis elevados em 2015, em 22,5%, declinando ligeiramente ante os 24,5% em 2014.

TAGS