PUBLICIDADE
Notícias

Massa de renda real fica estável em setembro, diz IBGE

08:30 | 23/10/2014
A massa de renda real habitual dos ocupados no País somou R$ 48,4 bilhões em setembro, resultado considerado estável em relação a agosto. Na comparação com setembro de 2013, a massa cresceu 0,9%. Já a massa de renda real efetiva dos ocupados totalizou R$ 48,7 bilhões em agosto, uma alta de 0,4% em relação a julho. Na comparação com agosto de 2013, houve aumento de 1,9% na massa de renda efetiva. O rendimento médio real dos trabalhadores em setembro foi de R$ 2.067,10, contra R$ 2.064,82 em agosto.

A taxa de desemprego ficou em 4,9% em setembro, a menor para o mês desde o início da série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego, em março de 2002. Em agosto, tinha ficado em 5,0%. Em setembro de 2013, a taxa de desocupação era de 5,4%.

TAGS