PUBLICIDADE
Notícias

Estoques da indústria estão acima do habitual, diz IBGE

11:10 | 02/10/2014
O nível de estoques da indústria permanece acima do habitual, o que retarda a tentativa de recuperação da atividade, informou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). "A questão de níveis de estoques é fundamental para entender essa redução mais intensa de jornadas de trabalho e da atividade que o setor industrial vem mostrando nos últimos meses", disse o analista. "O setor de veículos automotores acaba sendo o principal exemplo. O segmento tem um histórico de reduções de jornada de trabalho, paralisações, na tentativa de ajustar a produção à demanda", acrescentou.

Segundo o IBGE, a evolução mais lenta da demanda é uma das principais determinantes desse cenário, embora outros aspectos também tenham influência. "Isso passa pelo baixo nível de confiança do empresário e do consumidor, pela evolução mais lenta da demanda doméstica, seja por endividamento ou restrição e encarecimento do crédito, pela renda crescendo menos, pelo cenário adverso no mercado internacional, dificultando exportações, e pela maior presença de produtos importados", enumerou Macedo.

Neste contexto, a alta de 0,7% na produção da indústria em agosto ante julho foi determinada por 10 dos 24 ramos investigados, puxado principalmente pela indústria extrativa. Mas na comparação contra agosto de 2013 houve queda de 5,4%, e o índice de difusão - que mede quantos produtos estão crescendo em termos de fabricação - atingiu apenas 33,2%. "Há um porcentual muito maior de produtos em queda", disse o analista do IBGE.

TAGS