PUBLICIDADE
Notícias

Cinco peças de US$ 1,2 mi chegaram ao equipamento

O número representa 17% dos acrílicos do empreendimento. Quatro partes comporão o Aquário Master e outra será para o Aquário dos Tubarões

11:41 | 15/10/2014
NULL
NULL

Cinco placas acrílicas no valor de US$ 1,2 milhão chegaram na manhã desta quarta-feira, 15, no canteiro de obras do Acquário do Ceará, localizado na rua dos Tabajaras, ao lado da Pontes dos Ingleses, na Praia de Iracema.

 

As peças, que foram fabricadas pela empresa americana Reynolds Polymer Technology, são de alta resistência. Três delas comporão a vitrine principal do Aquário Master, que terá 69,9m² quando montada e será voltada para a fachada externa do equipamento, formando uma única peça, de 8,31 metros.

 %2b Veja a galeria de fotos

Outra peça, de 7,25 m², também virá para o Master, mas servirá como vitrine secundária. A quinta e última parte de acrílico, com 19,27 m² fará parte do Aquário de Tubarões. O peso das placas varia entre 10,7 a 13,4 toneladas.

 

Equipamentos instalados

 

Montagem de equipamentos estruturais e tubulações do empreendimento ocorrem desde fevereiro deste ano. Elas chegam de contâineres em navios, vindas dos Estados Unidos, onde são fabricadas. Até o momento, foram executadas 30% das obras.

 

O prédio principal do Acquário deve ser concluído em 2015 e entrará em funcionamento no ano seguinte. Serão 21,5 mil m² de área construída, com 36 tanques-recinto de exibição, com capacidade para 15 milhões de litros e cerca de 500 espécies, sendo 20% do Ceará.

 

O equipamento terá quatro pavimentos de áreas de lazer, dois cinemas 4D, simuladores de submarino e equipamentos de interação, como túneis submersos.

 

Serão investidos US$ 150 milhões, oriundos de financiamento internacional autorizado pelo Senado Federal, junto ao Ex Im Bank, uma instituição financeira de fomento à exportação da indústria estadunidense.

 

A previsão é a de que o equipamento receba 1,2 mi de pessoas por ano, gerando receita de R$ 22 mi, segundo pesquisa do Instituto de Pesquisas e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). 

 

Cerca de 18 mil postos de trabalho serão gerados e o impacto na cadeia turística local será de R$ 970,3 milhões, ainda de acordo com o estudo.

Redação O POVO Online

TAGS