PUBLICIDADE
Notícias

Cinco classes de despesa sobem na 3ª leitura do IPC-S

07:30 | 23/10/2014
Dentre as cinco classes de despesas que registraram acréscimo em suas taxas de variação, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) destacou o comportamento dos itens salas de espetáculo (de 0,28% para 1,43%), em Educação, Leitura e Recreação; taxa de água e esgoto residencial (de -0,09% para 0,36%), Habitação; perfume (de 0,30% para 0,60%), em Saúde e Cuidados Pessoais; calçados masculinos (de 0,58% para 1,25%), em Vestuário; e serviço religioso e funerário (de 0,36% para 0,69%), em Despesas Diversas.

Na terceira quadrissemana de outubro, Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) manteve o ritmo de alta de 0,49% registrado na segunda leitura do mês, segundo a FGV. De forma isolada, os itens com as maiores influências de alta foram tomate (de 10,97% para 20,21%), refeições em bares e restaurantes (apesar da diminuição do ritmo de alta de 0,57% para 0,45%), aluguel residencial (de 0,66% para 0,68%), plano e seguro de saúde (que manteve o ritmo de alta em 0,71%) e tarifa de telefone móvel (de 1,11% para 1,20%).

Já os cinco itens com as maiores influências de baixa foram manga (de -8,18% para -16,20%), cebola (de 0,53% para -8,95%), batata-inglesa (de -12,93% para -7,30%), ovos (de -4,38% para -4,97%) e passagem aérea (de -6,11% para -4,60%).

TAGS