PUBLICIDADE
Notícias

Volkswagen investe R$ 200 milhões no interior de SP

10:00 | 20/09/2014
Representantes da Volkswagen do Brasil estiveram em São Carlos (SP), ontem, para anunciar um investimento de R$ 200 milhões na expansão da fábrica de motores na cidade. Eles entregaram o projeto de ampliação na prefeitura e pediram a colaboração para agilizar o andamento dos processos burocráticos, para que a empresa consiga atender a crescente demanda mundial por motores automotivos.

A fábrica é considerada uma das mais modernas do mundo, com a capacidade de produzir, em média, três motores por minuto. A previsão é de que a ampliação de 50 mil metros quadrados seja concluída ainda no primeiro semestre de 2015. A companhia não falou sobre o número de novas vagas a serem geradas, mas ouviu reivindicações do prefeito de São Carlos, Paulo Altomani, como a de um estudo para que parte dos impostos dos motores possa ficar na cidade.

"O objetivo é aprimorar o processo de fabricação dos motores com um grau de desenvolvimento alto. São Carlos é muito importante e consideramos a fábrica como o motor de todo um processo da Volkswagen", contou Almir de Matos Marques, gerente de planejamento de fábrica, infraestrutura e gestão do meio ambiente da montadora. Altomani afirmou que quer aproveitar esse investimento da Volkswagen para atrair outras empresas para a cidade.

No caso da fábrica de motores, a intenção é conseguir ampliar a participação da prefeitura na divisão do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Para ele, a questão logística pesa a favor de seu município, que fica próximo ao corredor de acesso à capital paulista e ao Porto de Santos.

A fábrica da Volks em São Carlos produz 48 modelos diferentes de dois tipos de motores, tendo atualmente 820 funcionários. Desde que foi fundada, em 1996, já produziu perto de 9 milhões de motores de veículos. Eles equipam modelos como CrossFox, up!, Novo Gol, Fox, Novo Voyage, SpaceFox, entre outros. Para o mercado brasileiro, todos os motores recebem a tecnologia bicombustível. Já os equipamentos produzidos para o mercado externo motores chamados parciais, que equipam o SpaceFox, na Argentina. O prédio atual da fábrica tem 28,9 mil metros quadrados, mas o terreno onde está localizado conta ainda com 18,6 hectares de área de reserva e preservação ambiental. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

TAGS