PUBLICIDADE
Notícias

Troster: reforma pode melhorar comércio com Argentina

13:10 | 11/09/2014
O economista e diretor da Troster Associados, Roberto Troster, defendeu nesta quinta-feira, 11, algumas medidas que, segundo ele, contribuiriam para destravar as barreiras comerciais atualmente existentes entre Brasil e Argentina. Ele defende a coordenação entre os dois países de uma reforma microeconômica e a criação, por parte do Brasil, de uma linha de crédito em real para a Argentina.

Neste caso seria necessário o governo brasileiro pedir que a BM&FBovespa faça o hedge entre peso e real. Outro procedimento que, segundo Troster, ajudaria a derrubar as barreiras comerciais entre Brasil e Argentina seria um programa de padronização dos produtos comercializáveis dos dois países. Ele deu como exemplo o etanol.

"Se o etanol fosse padronizado, os dois países poderiam exportá-lo juntos", disse o economista. Para Troster, é preciso que as exportações e importações locais deixem de necessitar de licenças. Troster foi um dos palestrantes de seminário que a Câmara de Comércio Argentina Brasil faz nesta quinta-feira, em São Paulo.

TAGS