PUBLICIDADE
Notícias

Setor de supermercados em SP eleva pessimismo, diz Apas

11:30 | 25/09/2014
A confiança dos empresários do varejo de supermercados tem se deteriorado nos últimos meses, constatou a Associação Paulista de Supermercados (Apas). A Associação viu o índice de confiança migrar para território negativo no ano passado e piorar diante da alta da inflação. O número de pessimistas saiu de 25% em maio do ano passado para 47% este ano. Na comparação com agosto do ano passado, o pessimismo cresceu 5 pontos porcentuais.

A Pesquisa de Confiança dos Supermercados do Estado de São Paulo (PCS/APAS) registrou em agosto 14% de otimismo em relação ao ambiente econômico atual e futuro. Do total de entrevistados, 47% se mostraram pessimistas e 39% se mantiveram neutros. O economista da Apas, Rodrigo Mariano, comenta que os otimistas deixaram de ser maioria e tiveram forte queda depois das manifestações de meados de 2013. A menor confiança acabou prevalecendo até hoje, na avaliação dele, em razão do impacto da inflação.

"Não houve uma melhora no nível de confiança e até mesmo durante a Copa do Mundo este ano, para a qual havia uma expectativa mais positiva, não houve a demanda de consumo que esperávamos", comenta o economista. O evento, diz, contribuiu para o processo de deterioração de confiança.

A pesquisa aponta ainda que 61% dos empresários do setor supermercadista estão pessimistas quanto à inflação atual. Já o comportamento das taxas de juros é visto de forma pessimista por 91% dos entrevistados.

A Apas considera que a tendência de baixa confiança tem afetado de maneira negativa o desempenho das vendas do setor. A expectativa de vendas da entidade para 2014 é de ligeiro crescimento ou até mesmo estabilidade em relação a 2013.

TAGS