PUBLICIDADE
Notícias

Demanda por crédito cresce 6,6% em agosto, diz Serasa

11:50 | 08/09/2014
As medidas do Banco Central (BC) para impulsionar o crédito parecem ter surtido efeito na economia. É o que aponta o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, divulgado nesta segunda-feira, 08, que aumentou 6,6% em agosto, na comparação com julho, e 1,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Apesar disso, no acumulado do até agosto, a quantidade de pessoas que buscou crédito registra queda de 5,2% ante igual período de 2013.

Economistas da Serasa Experian avaliam que as medidas anunciadas pelo BC no final de julho impulsionaram os consumidores a buscar crédito, "com um pouco mais de ímpeto", ao longo de agosto. Em nota distribuída à imprensa, os analistas da empresa ponderam, contudo, que o desempenho em relação ao mesmo mês do ano passado e no acumulado do ano continua "enfraquecido", em razão dos juros mais elevados e do baixo grau de confiança do consumidor na economia brasileira.

Faixa de renda e região

Na análise por faixa de renda, o indicador mostra que a demanda por crédito cresceu entre todas as camadas de rendimento em agosto. A maior alta, de 7,4%, foi para pessoas que ganham entre R$ 500 e R$ 1 mil por mês, seguida por avanço de 6,4% para consumidores com renda entre R$ 1 mil e R$ 2 mil. Nas demais faixas, a procura por crédito apresentou resultados próximos, indo de 5,5% na camada de rendimento mensal abaixo de R$ 500 até 5,9% para aqueles que recebem entre R$ 2 mil e 5 R$ 5 mil.

Entre as regiões do País, o maior avanço da demanda do consumidor por crédito ocorreu no Sul, onde houve alta de 10,7% em agosto ante julho. Em seguida, aparece o Sudeste, com aumento de 8,4%. Já no Nordeste, foi registrado avanço de 2,5% no período, enquanto no Centro-Oeste o aumento foi de 1,2%. Das cinco regiões, apenas o Norte apresentou recuo (0,8%) na demanda por crédito no mês passado em relação a julho.

TAGS