PUBLICIDADE
Notícias

Carro autônomo pode alcançar 75% do mercado mundial em 2035

De acordo com pesquisa da EY, vendas de veículo autônomo ultrapassarão 85% nos Estados Unidos, Europa e Ásia

17:51 | 05/09/2014
NULL
NULL

Carros circulando tranquilamente nas cidades sem motoristas para dirigí-los. Esta parece uma fantasia distante, mas que nas projeções da empresa de consultoria EY(antiga Ernst & Young) se tornará real, dentro de pouco mais de 20 anos.

De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa, o mercado de autônomos deverá responder, em 2035, por 75% do total de emplacamentos no mundo.
Carro autônomo, portanto, será maioria. Entre 2020 e 2025 já será possível a utilização de veículos autônomos em ambientes controlados. De 2025 a 2030, a vendas deste tipo de veículo passará de 4% a 41%. Além disso, 85% das vendas deverão ser registradas na América do Norte, na Europa e na Ásia. Entre 2025 e 2035 é possível que já exista um alto nível de automação nos veículos.

Dentro de 10 anos, a tecnologia dos autônomos deverá adicionar até US$ 10 mil ao preço do carro, mas com a tendência de popularização, a tecnologia deve somar um valor inferior de até US$ 3 mil.

"Os benefícios do uso em larga escala dos veículos autônomos envolvem segurança, mobilidade e eficiência. No entanto, há ainda diversos desafios a serem superados, como tecnologia, regulação, custos e infraestrutura”, afirmou René Martinez, sócio de consultoria para a indústria automobilística da EY.
Gargalos
A legislação é um dos maiores entraves à entrada deste tipo de produto no mercado. Em caso de acidente, por exemplo, não haveria um responsável direto pela ocorrência. A medição de risco atribuído ao condutor também seria um problema para os seguros.
A infraestrutura insuficiente também dificulta a circulação destes veículos, que exigem sinalizações de trânsito claras e manutenção constante.

>> Leia mais sobre carros e motos.

Redação O POVO Online

TAGS