PUBLICIDADE
Notícias

Venda de moradias na China recua 10,5% até julho

09:40 | 13/08/2014
As vendas de moradias nos primeiros sete meses do ano recuaram 10,5% na comparação com o intervalo igual de 2013, para 2,98 trilhões de yuans (US$ 484 bilhões), sinalizando que as medidas de alívio no setor imobiliário apresentadas por cerca de 30 governos locais ainda não tiveram efeito significativo.

As vendas haviam totalizado 2,56 trilhões de yuans no primeiro semestre, queda de 9,2% ante o mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados pelo Escritório Nacional de Estatísticas.

Julho é tipicamente um mês sazonalmente mais lento para as vendas. Analistas do setor disseram que estão aguardando dados de vendas de agosto e setembro para verificar os sinais de uma possível reviravolta, mas a queda contínua das vendas permanece uma questão de preocupação sobre as perspectivas econômicas da China.

Os consumidores deixaram de entrar no mercado diante das expectativas de novas quedas nos preços, disseram os agentes imobiliários.

As vendas de moradias em julho caíram 17,9% em uma base anual e recuaram 28,2% ante junho, de acordo com cálculos do The Wall Street Journal a partir de números emitidos pelo Escritório Nacional de Estatísticas. A agência não publica dados para meses individuais. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS