PUBLICIDADE
Notícias

Setor de aço pode não atingir meta de crescer 1%

12:30 | 19/08/2014
A previsão de crescimento de 1% em 2014 das vendas do setor de distribuição brasileiro de aço poderá ser frustrada, caso as vendas em agosto fiquem estáveis ante julho, afirmou nesta terça-feira, 19, o Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda). "Seria preciso haver uma melhora no último trimestre para crescer 1%, senão pode até ocorrer uma queda anual", declarou o presidente da entidade, Carlos Loureiro, em coletiva de imprensa.

 Segundo ele, a última previsão feita pelo instituto, de crescimento de 1% neste ano, incluía um "certo otimismo".

 A demanda mais fraca é percebida nos setores automotivo e de máquinas e equipamentos, enquanto a demanda do setor da construção civil é considerada "razoável", principalmente para itens de acabamento, como esquadrias e acabamentos, afirmou o presidente do Inda. Somente o setor automotivo representa 35% das vendas do segmento.

 Segundo o executivo, a indústria da distribuição só terá chances de melhorar se a indústria de transformação brasileira reagir. A situação atual, de acordo com Loureiro, é "terrível", e boa parte das empresas de distribuição trabalha no vermelho ou perto do vermelho.

TAGS