PUBLICIDADE
Notícias

ONS fala em interferência federal em questão do Jaguari

14:10 | 13/08/2014
Se a empresa estatal de energia Cesp não atender à determinação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) de aumentar a vazão da hidrelétrica Jaguari, o caso deverá sofrer interferência de nível federal, segundo o diretor-geral do ONS, Hermes Chipp. Ele citou, especificamente, possíveis intervenções dos ministérios de Minas e Energia e Meio Ambiente, além da Presidência da República.

Com a decisão da Cesp, houve interferência na vazão do rio Paraíba do Sul e na capacidade de geração de energia nas hidrelétricas fluminenses da Light. Chipp diz que, por enquanto, a desobediência da estatal paulista não compromete o abastecimento de energia no Rio, mas afirma que o fato abre precedente para que outros concessionários deixem de seguir as indicações do operador o que comprometeria o funcionamento do sistema elétrico.

TAGS