PUBLICIDADE
Notícias

Lobão: apagão na gestão FHC foi falta de planejamento

19:40 | 18/08/2014
Em tom político, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, ressaltou a ausência de planejamento energético como um dos motivos da ocorrência do apagão de 2001, durante o governo Fernando Henrique Cardoso. Em carta enviada ao presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, ressaltou a crise do passado para, em seguida, elogiar a atuação da EPE como um marco do setor. Segundo o ministro, a empresa, que hoje comemora dez anos de criação, é uma das responsáveis pelo que considera um avanço do setor elétrico.

Da mesma forma, o secretário executivo do ministério, Márcio Zimmermann, que representa Lobão e leu a carta do ministro durante a cerimônia de comemoração do aniversário da EPE, elogiou a evolução do setor, que, segundo ele, é um dos mais desenvolvidos do País. "O grau de sucesso dos leilões gera credibilidade da EPE entre os agentes", disse o secretário em discurso.

Prevista para participar do evento, a presidente da Petrobras, Graça Foster, não compareceu e foi substituída pelo diretor de Exploração e Produção da companhia, José Formigli. A cerimônia foi iniciada com um minuto de silêncio pela morte do ex-governador Eduardo Campos.

TAGS