PUBLICIDADE
Notícias

Derivados de soja reduzem IPA na prévia do IGP-M

08:50 | 11/08/2014
Os preços do atacado caíram menos em agosto, segundo a primeira prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) deste mês, diante de quedas menores em alimentos in natura e em componentes para a manufatura. Apesar disso, as matérias-primas brutas mantiveram o ritmo de redução, com desacelerações em produtos importantes, como bovinos. No caso da soja, apesar do recuo menor no preço do grão, os derivados refletiram os efeitos de quedas anteriores e cederam ainda mais neste mês.

Em agosto, a prévia do IGP-M mostrou recuo de 0,31%, contra -0,50% em igual apuração referente a julho. No período, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) diminuiu 0,56%, ante -0,87%. De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), acompanharam o ritmo de aceleração os bens finais (-0,76% para -0,18%) e os bens intermediários (-0,30% para -0,01%).

Nos bens finais, a principal contribuição veio do subgrupo alimentos in natura (-6,80% para -1,55). O tomate, que apontou deflação de 21,59% na primeira prévia de julho, voltou ao campo positivo, com alta de 5,40% na leitura anunciada hoje.

Já nos bens intermediários, os materiais e componentes para a manufatura ficaram 0,20% mais baratos na primeira prévia de agosto, ritmo menor do que o observado em igual índice do mês passado (-0,67%).

Apesar destas acelerações, as matérias-primas brutas caíram 1,70%, praticamente a mesma taxa de julho (-1,69%). Segundo a FGV, desaceleraram bovinos (1,29% para -0,67%), mandioca (3,12% para -3,24%) e aves (1,83% para -0,12%). No sentido contrário, ganharam força café (-1,80% para 3,49%), milho (-7,64% para -4,80%) e minério de ferro (-6,16% para -5,86%).

A soja também passou a cair menos na primeira prévia de agosto (-2,46% para -2,32%), mas os recuos anteriores se traduziram este mês em desacelerações nos derivados, como farelo de soja (-1,28% para -5,73%) e óleo de soja refinado (-4,05% para 9,11%). O período de apuração da primeira prévia do IGP-M de agosto foi de 21 a 31 de julho.

TAGS