PUBLICIDADE
Notícias

Abiquim: setor reduziu consumo de energia em sete anos

13:10 | 12/08/2014
Relatório divulgado nesta terça-feira, 12, pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) mostra que o setor químico reduziu substancialmente o consumo de energia - tanto térmica como elétrica - e combustíveis nos últimos sete anos. De 2006 a 2013, de acordo com o documento distribuído durante o XV Congresso Atuação Responsável - A pegada da indústria química, o ar e os novos desafios, o consumo total de energia pelo setor caiu de 416 KWh por tonelada de produto para 337 KWh/t de produto.

Com isso, a quantidade de energia comprada em 2006, que era de 374 KWh para cada tonelada de produto, recuou no ano passado para 309 KWh. No mesmo sentido, a energia gerada internamente pelo setor químico recuou de 42 KWh por tonelada de produto em 2006 para 28 KWh no ano passado.

A queima de gás natural, que em 2006 era de 48,7 kg por tonelada de produto, fechou 2013 em 38,3 kg. O consumo de óleo combustível e carvão saiu de 33,8 kg por tonelada de produto em 2006 para 21,1 kg por tonelada de produto no ano passado. Já o consumo de combustíveis renováveis cresceu de 4,4 kg por tonelada de produto para 5,2 kg por tonelada nos últimos sete anos.

A água captada e a água consumida em processos recuou de 7,41 metros cúbicos por tonelada de produto em 2006 para 4,83 metros cúbicos por tonelada de produto em 2013. Já o volume de água consumida em processos e produtos caiu de 4,42 metros cúbicos em 2006 para 2,76 metros cúbicos por tonelada no ano passado.

De acordo com o relatório da Abiquim, o setor químico vem realizando esforços para aumentar a eficiência no uso de energia. De acordo com o documento, as iniciativas de autoprodução e cogeração de energia elétrica possibilitam o reaproveitamento das reações exotérmicas dos processos produtivos e a produção conjunta de vapor e energia elétrica, aumentando a eficiência no uso dos combustíveis.

TAGS