PUBLICIDADE
Notícias

Primeiro-ministro da Austrália pressiona Senado

00:40 | 17/07/2014
O primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott, ameaçou aumentar os cortes de gastos públicos se importantes medidas do Orçamento não forem aprovadas pelo Senado.

Abbott ecoou comentários feito pelo Secretário do Tesouro Joe Hockey ontem. Ele afirmou que outros modos de poupança serão identificados se uma parcela dos senadores continuarem rompendo a agenda legislativa. "Eu acho que Joe está declarando o óbvio, de que nós precisamos tomar difíceis decisões hoje para evitar decisões ainda mais difíceis amanhã", afirmou.

No entanto, o primeiro-ministro negou estar sendo muito agressivo nas negociações com os membros de partidos independentes ou menores. Em sua declaração, Abbott deixou claro estar acusando os membros do Partido Trabalhista Australiano.

A fala do primeiro-ministro ocorreu momentos antes de o Senado aprovar a revogação do imposto sobre carbono. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS